O que você está procurando?

podcast-4.png

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

17 SEMANAS DE GRAVIDEZ | Gravidez semana a semana

16 Semanas 18 Semanas


DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ DENTRO DO ÚTERO POR SEMANA

17 semanas é 5 meses - 2° Trimestre de Gravidez


SEU BEBÊ:

Tamanho do bebê com 17 semanas de Gravidez

O tamanho figurativo do bebê de 17 semanas é de uma pêra grande.



Desenvolvimento do bebê com 17 Semanas de Gravidez

O bebê pode ouvir?

Entre 16 e 22 semanas, seu bebê começará a ouvir sons dentro do seu corpo, incluindo os ruídos causados pelo batimento cardíaco, respiração e digestão.


Gordura

Seu bebê está fazendo o tecido adiposo. As células de gordura aparecem pela primeira vez no rosto, pescoço, peito e parede do estômago. Em seguida, a gordura é adicionada às costas, ombros, braços, pernas e peito. O tecido adiposo tem muitas funções importantes, como armazenar energia, isolar o corpo, proteger os órgãos e preencher as características do bebê.


Músculos e Ossos

Seu bebê está ficando maior e mais forte à medida que os músculos e ossos continuam a se desenvolver e amadurecer.


Movimentos de sucção

O bebê pode fazer movimentos de sucção com a boca e beber o líquido amniótico. Com o passar das semanas, o bebê vai melhorar em chupar. No entanto, a sucção e a deglutição não são coordenadas até cerca de 32 a 34 semanas, e o reflexo de sucção não amadurece totalmente até cerca de 36 semanas.


Cordão umbilical e placenta

O cordão umbilical conecta o feto à placenta e garante o transporte de nutrientes e trocas gasosas. Na sua anatomia normal, o cordão umbilical possui três vasos:

  • 1 veia

  • 2 artérias.

As artérias conduzem tudo a ser eliminado do bebê à placenta e a veia conduz o sangue rico em oxigênio e nutrientes da placenta para o bebê.

O cordão umbilical e a placenta crescem constantemente e fica mais espessa e mais longo para nutrir o bebê, assim a placenta se expande e aumenta a circulação para fornecer nutrientes e oxigênio ao bebê.


Como funciona a placenta e cordão umbilical?

A placenta é um órgão incrível. O bebê não fica dentro da placenta. O bebê fica envolto da bolsa amniótica, imerso ao líquido amniótico, que está ligada a placenta. A placenta a termo mede uns 20 cm de diâmetro, 1,5 a 3 cm de grossura e pesa entre 500 e 600g.

A placenta tem dois lados: um lado, o materno, está colado no útero e tem um aspecto rugoso, como de almofadinhas com canais. Essas almofadinhas são chamadas de cotilédones. E existem cerca de 15 a 25.

O lado contrario, o fetal, é lisinho, recoberto de uma película que se continua com a bolsa das águas e está cheio de vasos que se juntam em direção ao cordão umbilical, que normalmente sai bem do centro da cara fetal da placenta. O cordão vai até o umbigo do feto e é quem transporta tudo o que a placenta envia e recolhe. A placenta tem como principal função:

  • realizar trocas gasosas;

  • fornecer nutrientes,

  • imunidade,

  • fornecimento de oxigênio

  • remover excretas do bebê.


A placenta é o órgão de conexão entre mãe e filho

Desempenha múltiplas funções. Apesar de ser um órgão transitório, ela trabalha duro enquanto está presente. Tudo para poder manter o bebê com vida e saudável.


1. Transfere oxigênio:

Todo o oxigênio que você respira, a placenta se encarrega de passar para o seu bebê. Por tanto, é importante frequentar ambientes livres de fumaça de cigarro e contaminação.


2.Fornece nutrientes:

Transforma o que você come em substancias aptas para o bebê. Por isso a importância de se alimentar direito para que não falte nenhum nutriente essencial para a adequada saúde do futuro indivíduo. A sua alimentação durante a gravidez não vai influenciar só na saúde do feto, senão que os efeitos vão se prolongar durante toda a vida da futura pessoa, fazendo ela mais ou menos propensa a padecer certas patologias ao longo da vida. Veja aqui o post sobre como deve ser a alimentação da grávida.

3. Filtro de toxinas e germes:

A placenta age como uma verdadeira peneira para evitar a passagem de substâncias daninhas para o bebê. Mas sempre até um certo ponto. Há determinados elementos que são capazes de atravessar essa barreira e chegar até o organismo do feto. Veja o post sobre os 11 alimentos a evitar durante a gravidez.

4. Remove os produtos de eliminação do feto:

A placenta retira o gás carbônico e outros dejetos, que são eliminados pelo organismo da mãe. Por volta de 16ª a 17ª semana, os rins do bebê ficam maduros para filtrar o sangue enviado pela mãe e começa a urinar dentro da bolsa amniótica. O xixi do bebê é livre de bactérias que contém água, sódio, cloro e outros minerais.


5. Funções endócrinas:

Produz diversos hormônios para manter a gravidez e o metabolismo do bebê e da mãe.

6. Função Imunológica:

para proteger o bebê do sistema imune da mãe, para que não seja visto como um corpo estranho.


A placenta é chamada carinhosamente de árvore da vida, visto que é parecida com uma árvore.

  • Nutri o feto (através do sangue)

  • Produz fruto (bebê)


SEU CORPO:

Sintomas da mãe com 17 semanas de gravidez


Bebê mexendo na barriga

Algumas mães podem começar a sentir o bebê se mexer de leve nesta semana. Conte aqui embaixo nos comentários se você já começou a sentir o bebê na barriga.


Dor lombar e pélvica

Com um útero crescente, alongamento dos músculos e mudanças nos hormônios que afetam suas articulações e ligamentos, não é de admirar que dores nas costas e dores pélvicas sejam algumas das queixas de gravidez mais comuns. Estudos mostram que cerca de duas em cada três gestantes têm dor lombar e uma em cada cinco tem dor pélvica.


Congestão Nasal

Outro efeito colateral desagradável da gravidez que normalmente chega no segundo trimestre é a rinite da gravidez ou congestão nasal relacionada à gravidez. Afeta cerca de 39% das pessoas grávidas, com a maioria dos casos atingindo entre a semana 13 e a semana 22.


A causa é desconhecida, mas um aumento do volume sanguíneo e dos hormônios pode fazer com que as glândulas mucosas aumentem a produção, levando a um nariz entupido e ataques de espirros.


Lidando com Congestão Nasal

Se a rinite da gravidez fizer você cheirar, espirrar e se sentir congestionado, a primeira linha de tratamento é tentar:

Um spray salino ou gotas salinas

Usando uma faixa nasal sobre o nariz para ajudar a abrir suas passagens nasais

Dormindo com a cabeça elevada em um travesseiro extra ou dois

Evitar gatilhos ambientais como fumaça química, pólen, ácaros e fumaça de cigarro

Usando um umidificador em sua casa

Se esses métodos não estiverem funcionando, não se esqueça de falar com seu profissional de saúde. A congestão nasal pode ser um sinal de outras condições, como alergias, resfriado ou sinusite. O seu médico pode determinar se você precisa de um medicamento ou um antibiótico para aliviar seus sintomas e prescrever algo seguro.

Lembre-se, nem todos os medicamentos de venda livre são seguros durante a gravidez, então pergunte ao seu médico antes de usar qualquer fórmula para resfriado ou alergia.


Lidando com dor nas costas e pélvica

A dor nas costas e na pélvica tende a piorar à medida que a gravidez progride. Para ajudar a aliviar o desconforto e tentar evitar que ele piore, você pode:


Faça um pouco de exercício para esticar e fortalecer seus músculos
  • Tente não ficar de pé por muito tempo.

  • Use um cinto de apoio para as costas e a barriga.

  • Levante com as pernas; em vez de se curvar na cintura para pegar itens, dobre os joelhos enquanto mantém as costas retas.

  • Use sapatos confortáveis e de apoio e evite saltos altos.

  • Exercício Pré-natal

O exercício pode ajudar a prevenir e aliviar a dor leve nas costas e pélvica, mas há muitas outras razões para praticar atividade física durante a gravidez. O exercício pode ajudá-lo a permanecer dentro das diretrizes de peso recomendadas, diminuir o risco de diabetes gestacional, diminuir o risco de parto cesáreo e ajudar seu corpo a se recuperar mais rapidamente após o nascimento do bebê.

Antes de iniciar um novo programa de exercícios, fale com seu médico para ter certeza de que é seguro para você e suas circunstâncias individuais.


Os exercícios pré-natais que geralmente são seguros durante uma gravidez saudável e de baixo risco incluem:

  • Exercício aeróbico

  • Dançando

  • Yoga pré-natal

  • Alongamento

  • Natação

  • Usando uma bicicleta estacionária

  • Andando

Enquanto se exercita, tome cuidado para se manter hidratado e evitar superaquecer ou exagerar.

Não é recomendado se envolver em exercícios que possam causar danos a você e ao seu feto. Atividades com alto risco de queda ou lesão que não são recomendadas durante a gravidez incluem:

  • Esportes de contato

  • Ginástica

  • Yoga Quente

  • Mergulho

  • Esqui

Dicas para esta semana:
  • Procure uma faixa de apoio para a barriga.

  • Inicie ou continue uma rotina de exercícios pré-natais.

  • Converse abertamente com seu parceiro sobre o contato íntimo.

  • Continue tomando as vitaminas pré-natais especificas para o segundo trimestre de gravidez. Dentre as principais são:

  • Ferro - para evitar anemia na gestação. Uma gestante muito cansada e desanimada pode ser a falta de ferro no organismo.

  • Vitamina D - ajuda a mãe a não ter pré eclampsia, evita parto prematuro, e transmite para o bebê a vitamina D, evitando o bebê nascer com amarelão.

  • Cácio - ossos da mãe e do bebê.

  • Ômega 3 - ajuda no cérebro, desenvolvimento neurológico, visão.


 

leia agora:

18 Semanas de Gravidez



Posts recentes

Ver tudo