O que você está procurando?

podcast-4.png

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

CONTRAÇÕES DE TREINAMENTO


Como saber se estou tendo contração de treinamento?

Como identificar as contrações de treinamento?

As contrações de Braxton Hicks traz preocupação para as gestantes, em especial as futuras mães de primeira viagem. Mas fique tranquila que neste artigo, você entenderá da melhor forma tudo sobre as CONTRAÇÕES DE TREINAMENTO.

O que é contrações de treinamento?

As contrações de treinamento são como um treino do corpo para o parto. Foram descritas, pela primeira vez, em 1872, pelo médico inglês John Braxton Hicks.

Elas são chamadas de contrações falsas porque não indicam que a mulher entrou em trabalho de parto, sendo diferentes, principalmente, em intensidade e frequência das contrações verdadeiras do trabalho de parto.

As contrações de treinamento são contrações do músculo do útero, que endurece e relaxa, assim como ocorre com as contrações reais do parto.


As contrações de treinamento podem ser dolorosas?

As contrações de treinamento são sim dolorosas, mas ainda não é comparada à dor das contrações de trabalho de parto. Portanto converse com o seu médico para se informar se essa sua dor no momento é normal.


Quando começam as contrações de treinamento?

As contrações de treinamento são mais comuns no início do terceiro trimestre de gravidez. Mas existem relatos de mulheres que apresentaram desconforto a partir do início do 4° mês de gravidez.



Faz mal para a gestante ter contrações de treinamento?

Não faz mal a gestante ter contrações de treinamento. As contrações são válidas, pois prepara o útero para o parto. Veja os benefícios das contrações de treinamento.


Para que serve as contrações de treinamento? Quais são os Benefícios? O que acontece no corpo da gestante no momento da contração?
  • As contrações de treinamento são válidas por que:

  • As contrações fortalecem o útero;

  • As contrações servem para tonificar os músculos uterinos, deixando-os em forma para o dia do parto.

  • As contrações amolecem e afinam o colo do útero, preparando-o para a dilatação necessária para a passagem do bebê.



Quando devo me preocupar com as contrações de treinamento?
  • As contrações continuam mesmo quando você se movimenta.

  • As contrações vêm com intervalos regulares e ficam mais fortes e mais frequentes com o tempo.

  • Perda de sangue;

  • Perda do tampão mucoso

  • Perda do líquido amniótico, vazamento pelo canal vaginal, parecido com xixi ou água — a bolsa pode ter se rompido ou pode haver algum problema com a placenta, especialmente se você estiver com menos de 37 semanas de gravidez;

  • Se, antes da 37ª semana de gestação, você sentir mais que 3 ou 4 contrações em um intervalo menor que uma hora — pode ser sinal de trabalho de parto prematuro;

  • Redução clara dos movimentos do bebê — lembrando que é normal, no fim da gestação, o bebê se mexer menos, devido ao espaço reduzido e também porque ele precisa descansar;

  • Se você está com mais de 37 semanas e as contrações ficarem ritmadas, durarem cerca de 60 segundos e começarem a acontecer de 5 em 5 minutos — seu bebê está a caminho!

Dilatação para o nascimento do bebê

A dilatação é a alargamento e a ampliação do canal vaginal para dar a passagem ao bebê no momento do parto. Durante o trabalho de parto a evolução da abertura do colo do útero se divide em três fases ou etapas:

FASE LATENTE - Na primeira fase do trabalho de parto a gestante tem entre 1 a 4 de dilatação.

FASE ATIVA - Na segunda fase do trabalho de parto a gestante tem entre 5 a 9 de dilatação

FASE EXPULSIVO - Na terceira fase do trabalho de parto a gestante alcança a dilatação total de 10 centímetros.



Por que a gestante tem as contrações de treinamento? Quais são as causas?

Essas contrações podem ocorrer repentinamente, sem que você tenha feito nada diferente, mas algumas ações também podem desencadeá-las:

  • Movimentos do bebê;

  • Relações sexuais;

  • Atividade física ou esforço físico;

  • Desidratação;

  • Bexiga cheia.


Quantas contrações de treinamento são normais por dia?

Elas podem acontecer mais de uma vez por dia. E não apresentam padrão cronológico regular, como vindo em cada 40 a 40 min. E o que muitas mulheres não sabem é que, às vezes, acontecem sem a gestante perceber, de forma indolor. As contrações de treinamento normais têm uma duração, em média, de 30 segundos a 2 minutos. Movimentar o corpo pode aliviar o incômodo.



Como aliviar as contrações de treinamento?
  • Beber água — algumas vezes, a desidratação é a causa das contrações;

  • Mudar de posição — faça uma caminhada, levante-se ou sente-se;

  • Deitar sobre o lado esquerdo — melhora a oxigenação para o útero;

  • Tomar um banho morno — a água morna vai ajudá-la a relaxar e aliviar o desconforto;

  • Fazer exercícios de relaxamento e respiração — esses exercícios também podem ser feitos durante o trabalho de parto, para aliviar as dores;

  • Esvaziar a bexiga — em alguns casos, as contrações são provocadas pela vontade de fazer xixi;

  • Evitar esforços — eles também desencadeiam as contrações.

  • Usar secador na região lombar inferior das costas;

É normal a gestante não ter contrações de treinamento?

Sim. As contrações de treinamento não acontecem com todas as mulheres e, também, não existe um padrão. Pode ser que uma mesma mulher tenha contrações de treinamento em uma gravidez e em outra não.


IDENTIFICANDO AS CONTRAÇÕES
Como saber se as contrações são falsas ou verdadeiras?

Como diferenciar a contração de treinamento com as contrações de trabalho de parto? As contrações de Braxton Hicks têm características bem claras, que ajudam a identificá-las e a evitar idas desnecessárias à maternidade.

  • Não há aumento de intensidade entre uma contração e outra;

  • Podem acontecer em apenas uma parte da barriga;

  • Podem começar quando o bebê se mexe ou está em uma posição específica;

  • São sentidas na parte da frente do abdômen e na pelve — como fincadas ou sensação dolorida.

  • As contrações de treinamento param quando você muda de atividade ou posição — levanta-se, senta, caminha, deita para descansar ou bebe um pouco de água, por exemplo;

  • As contrações de treinamento são irregulares, não tem padrão cronológico. Exemplo: a dor está vindo de 40 a 40 minutos.

  • As contrações de treinamento são fracas e não ficam mais fortes;


TRABALHO DE PARTO
Qual a função das contrações no trabalho de parto?

As contrações de treinamento acontecem quando o músculo uterino contrai de forma esporádica. Dessa maneira, as contrações do útero acabam empurrando o bebê, em seguida a cabeça dele pressiona o colo do útero, causando a dilatação e progredindo para o trabalho de parto”


Quando as contrações acabam?

As contrações vão ficando cada vez mais intensas à medida que o trabalho de parto avança. Mas o parto não acaba quando o bebê está nos braços da mãe: depois dessa etapa, ainda existe a dequitação da placenta, quando o órgão que liga o pequeno à mãe é expulso.


Por isso, as contrações só acabam mesmo quando a placenta sai, alguns minutos após o nascimento do bebê. Esse movimento também colabora para cessar o sangramento depois do parto, mas de forma bem menos dolorosa.


VOCÊ PRECISA LER TAMBÉM:

O que acontece se ficar pedaços da placenta na mãe?

Sinais do trabalho de parto

Importância do Líquido amniótico

Hora certa de ir à maternidade

O que acontece quando a bolsa se rompe?

Posts recentes

Ver tudo